Jardim Japonês: belezas da cultura japonesa em Buenos Aires

Jardim Japonês: belezas da cultura japonesa em Buenos Aires

Parada obrigatória na passagem pela cidade argentina

Em meio à movimentada cidade de Buenos Aires, há espaços voltados para fugir da rotina e relaxar em meio à belas paisagens com flores, lagos e um lindo jardim. Criado pela comunidade japonesa de Buenos Aires em 1967, o Jardim Japonês está localizado no parque Três de Febrero no bairro Palermo.

A história e a cultura da comunidade japonesa bem no coração de Palermo. Foto: Jessica Edel

Belezas do Japão

Projeto desenvolvido pelo paisagista japonês O jardim possui diversas espécies de plantas, rios, lagos com diversos carpas das mais diversas cores e decorações que lembram o japão.

O lugar é muito bem cuidado, o ambiente transmite uma sensação de paz e harmonia. Foto: Jessica Edel

Autossustentável

Embora seja um espaço público, a entrada é paga. O valor pago (em setembro de 2019) foi de 100 pesos. Todo o valor arrecadado vai para a manutenção do espaço, que é administrado pela Fundación Cultural Argentino Japonesa. 

“Origami é a arte tradicional e secular japonesa de dobrar o papel, criando representações de determinados seres ou objetos com as dobras geométricas de uma peça de papel, sem cortá-la ou colá-la.”. Foto: Jessica Edel

 

Além do jardim, no local há uma casa onde funciona  um centro de atividades culturais onde há uma sala de leitura que tem um acervo com bibliografias em espanhol e inglês. Também há um restaurante, onde o sushi é preparado na hora em frente ao cliente, e um viveiro com diferentes tipos de plantas e bonsais.

Bonsai é uma técnica originária do Japão, que consiste no cultivo de plantas em vasos pequenos. É necessário um cuidado especial, com podas para manter a planta em miniatura. Foto: Jessica Edel
A grande variedade de plantas é cenário para belas fotografias. Foto: Jessica Edel

Variedade de Espécies

Ao caminhar pelo jardim, você pode observar a diferentes espécies de árvores a plantas nativas do Japão. Cerejeira, Acer e Azaléia são apenas algumas espécies que enchem o jardim de cor e beleza.

Espaço para relaxar e estar mais próximo à natureza e belezas da cultura japonesa, o jardim é uma espaço para levar a família toda. Foto: Jessica Edel

Informações

O valor pago (em setembro de 2019) para entrar, foi de 150 pesos. (faça a cotação atual aqui)

O Jardim Japonês está aberto todos os dias, das 10h às 18h.

Crianças até 12 anos não pagam, mas devem mostrar documento de identidade e estar acompanhadas de um adulto.

Aposentados de 65 anos ou mais também têm entrada grátis, mediante apresentação de documento.

Para mais informações acesse a agenda cultural do Jardim Japonês.

image_pdfimage_print

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o Topo